O Sporting Clube de Portugal levou de vencida o Arouca por 3-0 no mesmo dia em que o Benfica, Porto e Braga perderam pontos. Num cenário diametral seria fácil prever títulos que apontassem à ridicularização do Sporting.

Como o Sporting foi o grande vencedor desta jornada surgiu a necessidade de se pegar num chimpanzé para vir fazer uns números circenses para as câmaras. O feliz contemplado foi Carlos Pinho (Presidente do Arouca). Carlos Pinho defecou nas próprias mãos e decidiu (ainda que por vontade de outrem) começar a atirar ao mérito do Sporting em ter vencido o jogo.

Uma atitude triste. Não por ver alguém irado ao perder com o Sporting (o constante Jogo da Mala torna os adversários do Sporting muito sensíveis à derrota) mas sim por até uma pessoa com o dever institucional e moral como Carlos Pinho (PRESIDENTE de um Clube de futebol) se ter tornado num aglomerado de engonços controlados por linhas presas a gente sem rosto e que procura, a todo o custo, diminuir o Sporting Clube de Portugal e o seu Presidente.

Felizmente: O Sporting Clube de Portugal continua e continuará enquanto houver alguém que o defenda. Como o Presidente, como os Herdeiros!

Advertisements